Eu gosto de gente que abraça.
Abraça mesmo.
Forte.
Apertado.
Gostoso.
Com vontade.
Esmagando.
Clarissa Corrêa. (via subtraido)

(via a-rainha-de-copas)



(via odeiorotulos)




Na maioria das noites, durmo preocupada com você. Me perguntando como você está por aí. A lua está cheia, o que me fez pensar em você. Pois sei que não importa o que estou fazendo, e onde estou, esta lua será sempre do mesmo tamanho da sua do outro lado do mundo.
Querido John.  (via odeiorotulos)

(via odeiorotulos)


Porque eu gosto de quem presta atenção em mim. De quem não desiste de me descobrir. De quem se entrega. Sempre.
Clarissa Corrêa. (via auroriar)

(via auroriar)


(via contexxxto)


(via evidencias)





maravilhanaervilha:

Ser discreto pra que né ?

maravilhanaervilha:

Ser discreto pra que né ?

(via invasao-dos-orkuteiros)


Não era só um “gostar”, mas também não era um “amar”, era algo entre eles, não sei explicar, o estômago esfriava, batia um calafrio, um arrepio na espinha. E aquela tal frase, “Sentia borboletas voarem no seu estômago”. Era real, eu as sentia mesmo, e não queria saber o que era, sei que era bom.
Outono.   (via auroriar)

(via auroriar)


(via evidence-s)